Página inicial‎ > ‎Suporte Linux‎ > ‎

Mandriva 2010.2


ROTEIRO DE INTALAÇÂO E OUTROS

Como instalar pacotes e/ou atualizar completamente o Mandriva com facilidade


Mandriva é uma distribuição fácil, muito estável, bonita e rápida. Por isso é uma das mais usadas, tanto por iniciantes como por usuários avançados.

Utiliza por default o URPMI (arquivos RPM) como o principal Gerenciador de Pacotes (Mandriva é compatível com alguns outros gerenciadores), ao invés do sistema APT (arquivos DEB) do Ubuntu e das distros baseadas no Debian.

O URPMI, por ter acesso a muitos repositórios (que no Mandriva chamam-se "mídias", diferentemente de outras distros) com diferentes versões de pacotes, algumas vezes sugere instalar pacotes conflitantes, com dependências cruzadas e incompletamente satisfeitas, depois não consegue instalá-los ou completar a instalação.

Esta dica mostra como usar o URPMI com toda a facilidade para instalar pacotes, inclusive para atualizar todos os pacotes instalados no seu Mandriva.

A) Método usual

Entre todos os modos (gráficos ou de linha de comando) para se usar o URPMI, o método manual é o modo mais empregado, por sua simplicidade. 

O usuário acessa a homepage do Easy URPMI, atualiza as mídias pela web e depois acessa o RPMDrake (interface gráfica do URPMI), escolhe os pacotes e instala.
A desvantagem desse processo é a existência de dependências intercruzadas (comuns nos pacotes RPM), que às vezes impedem o pacote de ser instalado. Então aparece a mensagem: "Este pacote não pôde ser selecionado."
Complementando este método usual, para atualizar todo o sistema geralmente o usuário seleciona todos os pacotes atualizáveis no RPMDrake e atualiza direto pelo modo gráfico, ou simplesmente usa o comando:

$ su
# urpmi.update

(É "ponto" update, mesmo) 

B) Método sugerido, mais prático
Nesta dica a sugestão é combinarmos a facilidade do modo gráfico do RPMDrake com o potencial de uso da linha de comando. 

B1) Selecionando os repositórios

Primeiro abra o "Instalar e Remover Programas", o RPMDrake, e vá em "Opções", "Gerenciador de Mídias" e remova as mídias de DVD, depois escolha as outras mídias. 

Existem vários tipos de repositórios Mandriva: os principais ("Main"); os de teste ("Testing"); os pacote novíssimos ("Backports"); os de desenvolvimento ("Devel"), para correção de problemas ("Debug"); os contendo pacotes proprietários ("Non-Free"); pacotes feitos pela comunidade Mandriva ("Contrib") etc. 

Para um uso normal sugiro escolher vários, inclusive os da comunidade e os contendo drivers proprietários. Se você gosta de pacotes novos, ative os de teste também. 

Apenas não ative os "Devel" e os "Debug", se não necessitar deles, e evite ativar permanentemente os "Backports" para não instabilizar seu sistema. 

Em casos especiais, para baixar e instalar as mais novas versões, ative temporariamente os "Devel" e os "Backports", depois da instalação, desative-os. 

Escolhidos os repositórios, feche o RPMDrake. 

A partir daí a linha de comando do URPMI também utilizará somente as mesmas mídias que você ativou no RPMDrake. 

B2) Acelerando o download dos pacotes

Na maioria das distros o usuário geralmente baixa pacotes usando o navegador web, usando o comando wget ou o utilitário Kget, o pacote para FTP Filezilla etc. 

No Mandriva, o sistema usa o gerenciador de downloads Curl (por default) ao invés do mais comum wget, mas também pode usar outros como o próprio wget e o aria2

Pela boa aceleração que proporciona (e que observei), sugiro que troque o Curl pelo acelerador de downloads Prozilla

Abra novamente o RPMDrake (veja B1), vá novamente em "Opções", "Gerenciador de Mídias", clique no menu interno "Opções" do "Configurador de Mídias" , "Opções Globais" e escolha "Programa de Download a ser utilizado" e substitua o Curl pelo Prozilla. Clique em OK. 

O download dos pacotes será mais rápido do que usando o Curl. 

Na figura abaixo, veja os locais para selecionar as mídias e para substituir o Curl pelo Prozilla:
Linux: Como instalar pacotes e/ou atualizar completamente o Mandriva, com facilidade.

B3) Instalando um, ou alguns pacotes

Nas versões novas do Mandriva, a atualização do repositórios é automática, não é mais necessário usar o Easy URPMI. 

Instale direto no RPMDrake, ou simplesmente use a linha de comando. Se quiser garantir a atualização prévia dos repositórios, antes de instalar o pacote faça o update. Use os comandos abaixo com os nomes dos pacotes que deseja instalar (se forem mais que um, use a opção adicional -a). 

$ su
# urpmi --auto --auto-update
# urpmi --verbose --auto --allow-suggests -a NOME(S) DO(S) PACOTE(S)
 

Inclusive o sistema avisa se já estão atualizadas as mídias e se a última versão do pacote já está instalada. 

Lembre que para remover um pacote em Mandriva deve-se usar o comando urpme: 

$ su
# urpme NOME(S) DO(S) PACOTE(S)
 

B3) Para atualizar todo o sistema

Use o URPMI pela linha de comando com as opções abaixo: 

$ su
# urpmi --verbose --auto --auto-update --auto-select --auto-orphans --allow-suggests
 

Isto atualiza os repositórios, todos os pacotes instalados, selecionados automaticamente, gerencia as dependências necessárias, instala tudo e depois remove os pacotes órfãos! 

Fácil, não? 

C) Mais detalhes


NOTA: Testado e usado rotineiramente em Mandriva Free Spring (Testing), 2010-Alpha 2, atualizado a 2010-Beta. 


CODECS de áudio e vídeo:
Quanto aos vídeos, vamos sair instalando pacotes até funcionar (é assim que eu resolvi aqui). 
Instale os pacotes:

gstreamer0.10-decoders
gstreamer0.10-decoders-audio
gstreamer0.10-dts
gstreamer0.10-faac
gstreamer0.10-faad
gstreamer0.10-ffmpeg
gstreamer0.10-flac
gstreamer0.10-mpeg
gstreamer0.10-x265
gstreamer0.10-xvid

Algum deles tem que funcionar.
Os pacotes não são muito grandes, creio que o download será rápido.


VÍDEOS

 Mandriva:

Matérias no site sobre o Madriva

:
 

Página oficial:


DOWNLOAD MANDRIVA 2011



RESOLVENDO PROBLEMAS

BASE DE DADOS TRANCADA NO urpmi


Para resolver basta rodar o seguinte comando:

#ps aux | grep urpmi

O resultado vai mostrar todos os processo que o urpmi está utilizando. Tem um número depois do nome do seu usuário. Mate todos os processos utilizando esse número como parâmetro:

# kill pid1 pid2 pid3

Aí tudo volta ao normal.




Não sei se vc já ouviu falar, mas tem sempre outro jeito de fazer as coisas no Linux. Só pra esse procedimento que vc falou, eu vejo duas outras formas:

# kill `pgrep urpmi`

# killall urpmi




NO MEU CASO
FOI RESOLVIDO ASSIM !


Urpmi, base de dados trancada. E agora?

Primeiro vou explicar porque isso ocorre. O utilitário urpmi faz downloads de pacotes um a um para garantir uma maior velocidade e confiabilidade dos pacotes recebidos. No caso se sem saber seu sistema estiver tentando baixar outro pacote, ficará um processo pendente. Então vamos à solução:
Você terá que apagar dois arquivos ocultos que são responsáveis pela requisição do urpmi  bO .RPMLOCK e o .LOCK.

Eles ficam em diretórios diferentes, o .RPMLOCK no diretório   /var/lib/rpm:

Para entrar uma vez já estando como root, digite:
# cd /var/lib/rpm

Depois apague o arquivo com:
# rm .RPMLOCK

Depois vamos apagar o arquivo .LOCK que fica no diretório /var/lib/urpmi
: # cd /var/lib/urpmi

Depois apague o arquivo com
# rm .LOCK

Depois de apagar estes arquivos, a base de dados fica livre e você pode agora baixar novos pacotes.