001-2010

        É um espaço dentro do site do 10º BPM onde o efetivo pode compartilhar com os demais colegas algumas idéias, situações em trabalho ou em treinamento - Os assuntos de caráter social, educativo ou um exemplo a ser seguido.
          Envie sua história no máx 15 linhas e uma foto do autor para a o endereço: elio@10bpm.com

ESPORTES MARCIAIS NA MATURIDADE


            Uma das principais causas dos problemas de saúde de nosso público interno é a vida sedentária. Não era para ser assim. Deveríamos praticar esportes por gosto, inclusive dentro do horário de serviço. É uma questão de qualidade de vida, e também deveria ser vista pelos superiores como investimento no funcionário.
            Na adolescência, no ensino regular, somos induzidos a gostar de praticar esportes. Ao chegar à fase adulta, somos obrigados a abrir mão dos anseios esportivos. As responsabilidades com emprego, filhos, esposa e grupos sociais muitas vezes nos afastam destas saudáveis práticas. E a falta de tempo acaba consolidando o resultado: Ficamos preguiçosos, flácidos, fora de forma...

            Os orientais nos dão um exemplo bem diferente. São mais saudáveis, vivem mais, aparentam menos idade do que tem. E são dispostos para se exercitar, tanto quanto para o trabalho, até avançada idade. Seria reflexo de sua cultura? De sua religiosidade? Ao praticarem artes marciais, lembram de seus antepassados.

            O nosso é o país do futebol. Nada contra, também é uma excelente opção, mas, para aqueles que, como nós, não tem muito talento, as artes marciais também são uma alternativa que propicia saúde mental e física. Os que se acreditem em fim de carreira (e logo estariam perto de não precisar mais usar da força contra alguém) lembrem que, mais do que contra qualquer adversário, elas preparam para vencer os próprios limites. E mesmo na “melhor idade”, pode continuar sendo uma atividade de divertimento e de ensino para as gerações seguintes.
 
 
 
 
Autor:
Luis Giovani Adamoli Castro
1º Sgt QPM1 - 4º BPM
 
Fotos: Bia Borges
 
Comments